#34 Ilha Ramree – O banquete dos crocodilos


208682

Konnichiwa Minna

 

Hoje venho com mais um post para vocês sobre mais um lugar bem bizarro mas que porém contém uma trágica história, falo da ilha Ramree um local que é famoso e conhecido pelos seus pântanos mas que são cercados por…crocodilos, de cerca de 4 metros imagine só me lembro de ter visto um no zoológico bem grande mesmo fiquei impressionada porém só foi uma vez, mas não trouxe a este post só por causa deste fato mas sim pelo que ocorreu neste local durante a Segnda Guerra Mundial uma briga foi travada entre Japoneses e Ingleses, da qual tornou-se em uma carnificina, mas não por bombas ou tiros e sim pelos crocodilos…sempre com fome pois a muitas épocas do ano onde não se consegue comida então comem de tudo o que verem pela frente, sendo direta ao ponto o que ocorreu foi que cerca de 1000 soldados japoneses atravessaram os rio para se encontrar com sua tropa no sul devido a delicadas circuntâncias porém destes 1000 somente 20 sobreviveram, bem sigam adiante para mais detalhes ne ;p créditos para  O Calafrio!!! e cara pior que crocodilo ao ver assim dá um nervoso do caramba vei

Ilha Ramree – O banquete dos crocodilos

 

Ilha Ramree, é o nome da ilha situada na costa do Estado de Rakhine, na Birmânia. A área da ilha é de cerca de 1350 km² e o principal centro populoso é Ramree, mas o que chama a atenção na ilha não são os centros populacionais e sim seus pântanos.

Durante a Segunda Guerra Mundial ocorreu um confronto entre tropas inglesas e japonesas no local, a Batalha ficou conhecida como “A batalha de Ramree”. Foi travada durante janeiro e fevereiro de 1945, como parte do avanço do Décimo Quarto Exército britânico1944-1945 na ilha, com o intuito de acabar com o domínio japonês no local…A batalha começou com a Operação Matador, um assalto anfíbio para capturar o porto estratégico de Kyaukpyu  (localizado no extremo norte de Ramree Island) ao sul de Akyab. Em Ramree a guarnição japonesa continuava com sua resistência heroica. Mas quando os marines ingleses flanquearam os redutos japoneses, os novecentos defensores dentro deles abandonaram suas bases e recuaram para dentro dos pântanos inamistosos ao redor da ilha.

crocodilo-australia-5
A rota de fuga obrigou os japoneses a atravessarem 16 quilômetros de manguezais, seu intuito era se juntarem com outro batalhão japonês que ficava mais ao sul e nas extremidades da ilha, mas infelizmente ele não contavam com a lama profunda, bem infestado por mosquitos transmissores de malária e repleto de crocodilos gigantescos de água salgada de mais de 4 metros , este sim que infestavam o pântano.Mas os bichões só apelaram porque sofrem com a variação climática e a falta de comida por certas épocas do ano e acabam comendo tudo que encontram para sobreviver.
Repetidas chamadas pelos britânicos para os japoneses se render foram ignorados: os Marines segurando os perímetros conquistados disparavam nos japoneses tentando escapar, enquanto dentro dos pântanos os soldados morriam ao longo de vários dias, vítimas dos crocodilos gigantes. Alguns, incluindo naturalista Bruce Stanley Wright (que participou da batalha), afirmou que os crocodilos atacaram e comeram a maioria de seus companheiros. A descrição de Wright se encontra em seu livro “Sketches Vida Selvagem Perto e Longe” e assusta os que ousam se imaginar na pele desses infelizes japoneses.
cse
Trecho do livro:  “Essa noite (de 19 de fevereiro, 1945) foi a mais horrível que qualquer membro do exército japonês já experimentou. Os tiros de fuzil espalhados no pântano escuro como breu perfurado pelos gritos dos feridos esmagados nas garras de enormes répteis, e o som de crocodilos girando feito uma cacofonia do inferno que raramente tem sido repetido na terra. Ao amanhecer, os urubus chegaram para limpar o que os crocodilos tinham deixado …. Dos cerca de mil soldados japoneses que entraram nos pântanos de Ramree, apenas cerca de vinte foram encontrados vivos. “
88335458727131845
O Guinness Book of World Records (livro dos Recordes) listou essa tragédia como o “O maior desastre sofrido por humanos, causado por animais”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s