#40 Ruínas da fábrica de pólvora


Ruínas da fábrica de pólvora

Fonte

Hoje eu compartilho uma postagem sobre uma visita à uma fábrica de pólvora abandonada , esta postagem fica por conta de uma “ruineira” japonesa que se apresenta como Ringo Akizora (Ringo=maçã Akizora=céu de outono) Riso For  créditos para Rusmea

Segue:

Riso For No perfil do seu site ela declara “as fotos são tomadas com uma câmera digital compacta e só.”
Mesmo com tão pouco equipamento, suasimagens são muito boas
Penso que por ela dar mais importância a fotografia, suas publicações possuem poucas descrições dos lugares apresentados Riso For

Segue adaptação:

“Eu fiquei de fazer o artigo sobre este lugar e acabei ficando muuuuuito tempo sem escrever, assim que hoje decidi publicá-lo.
Se trata de uma instalação em atividade que possui uma mata em suas cercanias, onde estão as ruínas de uma antiga fábrica de pólvora.
Imediatamente após adentrar este local, eu me arrependi…

Primeiro precisei vencer uma cerca de ferro bastante alta. 
Peguei um pedaço de madeira longa que estava caída por ali e usei para saltá-la… 
Mas quando fui descer, percebi a baita altura e sofri um bocado para chegar até o chão. (Imediatamente pensei em nunca mais voltar a visitar este lugar…)

Foi bastante difícil mas consegui entrar.

Pensei por um momento que se me vissem sofrendo tanto assim, apenas para visitar um lugar abandonado, com certeza me chamariam de louca…Mas na verdade, eu sou apenas uma viciada em ruínas.

Devido a uma imensa teia de aranha impedindo a passagem, eu pedi para o Sr. Zuzu, que me acompanhou pela primeira vez, removesse ela por mim…


Que alívio…Mas estamos no mês de dezembro e normalmente não se vê teias de aranhas nessa época…

Imagino que no verão, este lugar fique infestado de insetos e a vegetação seja tanta, que seria muito difícil de andar por este lugar…

…Quero dizer, difícil para pessoas normais, pois sei de uma galera ‘ruineira’ maníaca que não se intimidariam em explorar um lugar assim.

Aqui me separei do Sr. Zuzu…

…E cada um seguiu um caminho diferente.

Andando pela mata, encontrei várias construções.

No ano de 1905 (Era Meiji ano 38), a produção nacional de dinamites era toda realizada neste lugar.




Vamos dar uma conferida por dentro de um destas construções.


E como imaginava, não há nada de interessante…


Me dirijo para dentro da mata.

Uma pequena casa em meio a vegetação.

A diferença com uma casa normal com esta, era que aqui produziam dinamites…

As paredes são lindas.

Gigante!

Isto também é gigante.

Este túnel intermediário mais parece ter sido feito de uma tubulação para subterrâneos.

Contudo, esta invasão visita foi muito mais cansativa e tensa do que eu havia imaginado…

Pois suei frio…

Primeiramente a mata onde estão estas ruínas, fica dentro da propriedade de um fábrica de produtos químicos em plena atividade. Evidentemente que a empresa está cheia de funcionários e a porcentagem de nos pegarem no flagra era muito grande…


Por isso, a busca pelas construções abandonadas na pequena floresta foi tensa, pois a todo momento havia a possibilidade de nos encontrarem e não podíamos baixar a guarda!
Em frente ao local por onde adentramos, havia uma placa com a assustadora inscrição:‘Comunicarems a polícia em caso de invasão de propriedade’.


Assim que se notássemos a presença de alguém, nós fugíamos e nos escondíamos e por um momento senti uma certa semelhança com algo…
Só mais tarde me dei conta de que estávamos jogando um Pac-Man na vida real…

Quando estávamos prestes a sermos pegos, nos escondíamos atrás das construções ou nos embrenhávamos pela floresta e felizmente, não fomos descobertos.


Acho que nem todo mundo vai entender, mas o sucesso desta operação se deve a que joguei muito o game Metal Gear Solid

Ossos de algum animal…

Achei que este lugar só tinha construções de concreto…

…Mas em enganei ao ver estes prédios de madeira.


As portas abertas eram um convite para conferir o interior.

Havia um objeto grande de madeira, mas eu não soube identificar o que era…




Encontrei uma placa informando que este local era um depósito para PCB (PCB=Bifenilpoliclorado)


Haviam materiais assim também…

Placa 1: Derivado halogenado
Placa 2: Líquido com metal pesado
Placa 3: Líquido com substâncias orgânicas perigosas. NDT. rusmea.com

Devido ao lugar amazenar materiais perigosos, o clima é de suspense ininterrupto…Apesar de que todo lugar abandonado é um perigo por si só.

Os hospitais em ruínas são ainda mais perigosos…E este lugar abandonado, nem de longe é seguro…

Esta construção está se desmanchando por dentro…

Gosto muito de fotografar portas e janelas.


Este papel de parede está parecendo um fole de gaita…

Parece que do outro lado de cada um destes túneis, há uma construção em ruínas.

É muito divertido visitar um lugar que vale a pena.


Dentro da propriedade, há uma pequena ponte.


Andei por todo o lugar e por toda a floresta.

Esta construção parece ser especial…


Parece que era utilizada para testes de explosivos…?

Assim que me dirigi a cerca por onde entrei e sofri mais um bocado para saltá-la…


Como podem ter visto, esta foi uma visita difícil.

Sei que é sacanagem invadir um lugar e falar mal dele depois mas…

Eu nunca mais volto aqui! 
Apesar de que estas ruínas são de alta qualidade.”

E aí ?
Que tal se vocês saíssem em uma aventura, saltando por cercas, enfrentando aranhas e fugindo de inimigos na floresta? Riso For

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s