#37 Hanami


sakura-anime

Konnichiwa Minna

 

Hoje venho trazendo sobre um costume japonês o de contemplar as flores, em especial a Sakura! bem acho que é bem interessante este costume, pois ao invés de olhar somente para frente seguir um mesmo caminha( acordar, trabalho, casa, sair) sabem, parar e admirar as delicadas flores de sakura desabrocharem, interessante não, eu gostaria, e quem diria que tal costume vem de tão longe (supostamente) , há e quem quiser contemplar tal evento há locais aqui no Brasil  sim kkkkk mas de qualquer forma sigam adiante com o post e créditos para Blog das Tsuki!

Hanami – “Contemplar as Flores”

 

Significado:

      Hanami, em japonês 花見, significa literalmente “contemplar as flores”. É costume tradicional japonês de contemplar a beleza das flores, sendo que “flor” neste caso quase sempre significa sakura ou umê. Do fim de março ao começo de maio, o sakura floresce por todo o Japão, e por volta de primeiro de fevereiro na ilha de Okinawa. A previsão de florescimento (桜前線, em romanji, sakurazensen, significando: frente de florescimento do sakura) é anunciada todo ano pela Agência Meteorológica do Japão e é observada cuidadosamente por aqueles que planejam fazer o hanami, visto que ela floresce por apenas uma ou duas semanas.No Japão moderno, o hanami consiste basicamente de realizar festas ao ar livre embaixo do sakura durante o dia ou a noite. O hanami à noite é chamado de (夜桜, yozakura, lit. sakura noturno). Em muitos lugares, como o Parque Ueno, lanternas de papel temporárias são presas para realizar o yozakura. Na ilha de Okinawa, lanternas elétricas decorativas são presas nas árvores para o divertimento noturno, tias como nas árvores do Monte Yae, perto da cidade de Motobu, ou no Castelo Nakajin.
     Uma forma mais antiga do hanami também existe no Japão, que é a contemplação do florescimento da ameixeira (梅 ume). Este tipo de hanami é popular entre as pessoas mais velhas, pois elas são mais calmas do que as festas do sakura, que normalmente envolvem pessoas mais jovens e podem às vezes ser lotadas e barulhentas.

História:

    A prática do hanami é feita há muitos séculos. Dizem que o costumo começou durante o período Nara (710 – 794) quando era o florescimento do ume que as pessoas admiravam no começo. Mas no período Heian (794 – 1185), a sakura começou a atrair mais atenção e o hanami virou sinônimo de sakura. A partir de então, no waka e no haikai, “flores” significam “sakura”. Hanami foi usado pela primeira vez como um termo análogo à contemplação do florescer da cerejeira no romance Genji Monogatari. Embora uma festa de contemplação de wisteria tenha sido também descrita, deste ponto em diante os termos “hanami” e “festa da flor” foram usados apenas para descrever a contemplação do florescer da cerejeira. O sakura era originalmente usado para comemorar a colheita e para anunciar a estação de plantação de arroz. As pessoas acreditavam no kami no interior das árvores e faziam oferendas. Depois, eles passaram a oferecer saquê.
   O Imperador Saga do período Heian adotou esta prática e organizou festas de contemplação de flores com sakê e banquetes de baixo das flores das árvores de sakura na Corte Imperial de Kyoto. Poemas seriam escritos louvando as delicadas flores, que eram vistas como uma metáfora da própria vida, brilhantes e bonitas mas efêmeras e transitórias. Fala-se que esta é a origem dohanami no Japão. O costumo foi originalmente limitado à elite da Corte Imperial, mas logo se espalhou pela sociedadesamurai e, no períodoEdo, para o povo em geral.TokugawaYoshimune plantou grandes áreas com árvores de cerejeira para encorajar isto.Poemas foram escritos louvando as delicadas flores, que eram vistas como uma metáfora da própria vida: bonitas, mas que duram por pouco tempo. Essa visão “temporária” da vida é muito popular na cultura japonesa e é normalmente considerada como uma admirável forma de existência. Por exemplo, no princípio samurai do fim da vida, quando ainda é bonita e forte, ao invés de lentamente se tornando velha e fraca. Os poetas da era Heian costumavam escrever poemas sobre como as coisas seriam mais fáceis se não houvesse o florescimento do sakura na primavera, pois sua existência nos lembra que a vida é muito curta. Sob as árvores de sakura, as pessoas comiam e bebiam sakê em alegres banquetes.

Atualmente:

     O povo japonês continuar a tradição do hanami, reunindo-se em grandes números de pessoas aonde quer que as árvores florescendo sejam encontradas. Milhares de pessoas enchem os parques para realizar festas sob as árvores florescendo, e algumas vezes essas festas continuam até tarde da noite. Em mais da metade do Japão, os dias de florescer da cerejeira vêm ao mesmo tempo em que as escolas e os escritórios deixam as férias, e, portanto, festas de boas vindas frequentemente ocorrem com o hanami. Normalmente, as pessoas vão aos parques para guardar os melhores lugares para celebrar o hanami com amigos, família e companheiros de escritório muitas horas ou dias de antecedência. Em cidades como Tóquio, é também comum haver celebrações sob o sakura à noite. O hanami à noite é chamado de yozakura (夜桜, literalmente “sakura noturno”). Em muitos lugares tais como o Parque de Ueno, lanternas de papel são levantadas para o yozakura.
    A linha do florescer da cerejeira é prevista todo ano, antigamente pela Agência Meteorológica do Japão, e hoje por agências privadas, e é acompanhada com atenção por aqueles que planejam celebrar o hanami, pois o florescer dura por um curto período de tempo, normalmente não mais do que duas semanas. Os primeiros floresceres ocorrem nas ilhas subtropicais ao sul de Okinawa, enquanto nas ilhas setentrionais de Hokkaido, elas florescem muito mais tarde. Na maior parte das grandes cidades como Tóquio, Quioto e Osaka, a época do florescer da cerejeira normalmente ocorre por volta do fum de março e começo de abril. Os canais de televisão e os jornais acompanham de perto essa “linha do florescer da cerejeita”, na medida em que ela se move lentamente do sul para o norte.
   As celebrações do hanami normalmente envolvem muita comida, bebida e música.Alguns pratos especiais são preparados e comidos na ocasião, como o dango e o bentô, sendo que é comum beber sake como parte da festividade. O provérbio “bolinhos em vez de flores” (花より団子 hanayoridango) faz graça das pessoas que preferem comer e beber ao invés de admirarosakura. “Corpos mortos são queimados sob as árvoresdesakura!” (桜の樹の下には屍体が埋まっている!Sakura nokinoshitaniwashitaigaumatteiru!) é um provérbio popular sobreohanami, que aparece logo após a primeira da história de 1925 “Sob as árvoresdesakura”,porMotojirōKajii.

Hanami no Brasil:
As primeiras mudas de cerejeira foram trazidas para o Brasil pelos imigrantes japoneses, na década de 1930. Devido ao clima quente, elas somente conseguiram se desenvolver nos locais mais frios, especialmente no sul do país e no estado de São Paulo, e apresentando magníficas florações por ocasião da chegada da Primavera.

Tendo sido uma iniciativa dos colonos japoneses em nosso país, é importante frisar que as cerejeiras estão sempre ligadas às suas colônias, e que raramente iremos encontrá-las onde não houver um grupo nipônico radicado. Assim, a Festa da Cerejeira representa um momento em que as tradições japonesas são lembradas e mantidas acesas mesmo em terras distantes, quando diversos de seus costumes milenares na forma de dança, música, vestimentas, artes marciais, comidas, origami (dobraduras de papel) dentre tantos outros são vivenciados pela comunidade.

Atualmente, a Festa da Cerejeira é celebrada regularmente em 9 (nove) localidades diferentes do Brasil: Apucarana no Paraná, Frei Rogério em Santa Catarina, e também nas cidades de Campos do Jordão, Garça, Piedade, São Paulo (bairro de Itaquera), Suzano, São Roque e São Bernardo do Campo no Estado de São Paulo. A festa de Campos do Jordão (SP) é a mais antiga de todas, acontecendo oficialmente desde 1968, e é realizada logo após o término do festival de inverno da cidade.

Mais informações sobre o Hanami no Brasil ~> Aqui.

 

Vídeo com imagens do Hanami em Tokyo, 2010:
Anúncios

Uma resposta para “#37 Hanami

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s